MembrosInícioNovatoRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | .
 

 Família Flannagáin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Persépholus Snape

Ex- Administrador
avatarEx- Administrador


Zodíaco Bruxo : Centauro
Coração : Heterossexual
Relacionamento : Viúvo (a)
Idade : 57
Mensagens : 85

Ficha Escolar
Ano Escolar: Concluído
Casa: Slytherin
Nível: ★☆☆☆☆

MensagemAssunto: Família Flannagáin   Ter 22 Dez 2015 - 2:03


Família Flannagáin


w w w . h o g w a r t s . c o m . b r
Voltar ao Topo Ir em baixo
Persépholus Snape

Ex- Administrador
avatarEx- Administrador


Zodíaco Bruxo : Centauro
Coração : Heterossexual
Relacionamento : Viúvo (a)
Idade : 57
Mensagens : 85

Ficha Escolar
Ano Escolar: Concluído
Casa: Slytherin
Nível: ★☆☆☆☆

MensagemAssunto: Re: Família Flannagáin   Ter 22 Dez 2015 - 2:46

FAMÍLIA FLANNAGÁIN

LOCAL: BELFAST - IRLANDA DO NORTE

FUNDADOR: ERC DRÃJ FLANNAGÁIN

CO-FUNDADOR: - LOCHLAN DRÃJ FLANNAGÁIN 

PORTE: GRANDE


FAMÍLIA

Há muito tempo, no norte da Grã-Bretanha, havia uma ilha conhecida por estar entre o mundo dos humanos, e o Mundo das Fadas. Muitos afirmam que esse é o mundo onde a magia nasceu, e onde ela se encontra na sua forma mais pura, nesse mundo nada seria imutável, nada era fixo, a magia torna as coisas mutáveis e unidas. O rio, o coiote, o grifo, e o povo que o habitam, são uma única entidade, espalhada por locais diferentes, assumindo formas diferentes.
No entanto, tamanha flexibilidade, a incapacidade ser mantida minimamente uma forma, era um problema, um problema que impedia esse povo de prosperar. Assim o conselho ancião se reuniu, decidindo que oito seres de seu povo, deveriam deixar aquele Mundo, e se aventurar no mundo humano. Em um primeiro momento a missão fora um fracasso. O primeiro grupo conseguiu cruzar a primeira barreira, entre o Mundo das Fadas e as Brumas, onde eles encontraram uma ilha, de natureza pura.
Eles conseguiram chegar até lá e manter suas formas por algumas semanas, antes de tornarem-se espíritos, e habitarem as árvores, vento, rios ou o vulcão. Eles ficavam alguns dias, por vezes até semanas nessas formas, era algo que não requeria esforço, e era extremamente natural. Anos passavam-se, mas naquele mundo, não seria mais que uma semana, ou um mês. Gerações do povo das Fadas, se passaram, e eles prosperaram na ilha, mas jamais conseguiam chegar ao mundo dos humanos, somente transitavam entre a Ilha e seu mundo de origem, eventualmente uma ou outra alma se perdia nas brumas.
Inesperadamente uma dessas almas voltara, trazendo consigo não menos que um humano, um raro humano, capaz de ver perceber as diferenças mínimas entre o povo da Ilha e o seu. E fora assim que o povo da Ilha encontra um modo de ir vir do mundo humano. Foi assim que a Ilha de Avalon fora povoada. O povo das Fadas, que se reproduzira, tornara-se um pouco maior, e fora ao mundo humano em busca dos que pudessem reconhece-los. As crianças nascidas da união entre o Povo das Fadas e os Humanos, vieram a ser os primeiro druidas e feiticeiros da Europa.
A Família Flannagáin descendente diretamente dos últimos habitantes de Avalon, aqueles que escolhiam se aprofundar no conhecimento do Mundo das Fadas. Sendo assim, uma família que até hoje contem o sangue não humano, o sangue dos primeiros dominantes da magia. Com isso a família se destacou por algumas características. Eles envelhecem de maneira muito mais lenta que o normal, os cabelos de todos na família são ruivos, e todos apresentam o gene elementista.
Mas a maior distinção da família, é a forma com que esta entende, enxerga e pratica a magia. Para os Flannagáin, a magia e a religião não são coisas tão diferentes, para eles o mundo fora criado por um Deus e uma Deusa, e tudo no mundo tende ao equilíbrio, homem e mulher, terra e ar, fogo e agua, força e fraqueza, no mundo nada deve ser totalmente eliminado, só contido e contraposto com seu rival.
E a presença e naturalidade dessa união está em como a família funciona. Diferentemente do mundo trouxa, os bruxos Irlandeses, são regidos por uma monarquia e a família real são os Flannagáin. Porém o rei e a rainha irlandeses, não são marido e mulher, mas sim irmão e irmã. Na família Flannagáin são nascidos sempre crianças em casais, podem ser separados ou não por vários anos, e a ordem pode variar, no entanto para todo garoto há uma irmã e para toda garota um irmão. Gêmeos são raros e preciosos para a família em geral sendo opostos que se completam, e capazes de feitiços memoráveis.
Essa preciosidade dos gêmeos se deve aos Flannagáin acreditarem que todas as almas são ligadas, mas que algumas – como irmão e irmã – são mais próximas, como se fosse duas partes do mesmo ser. Assim um casal de gêmeos seria a divisão perfeita da alma. E por isso eles teriam um equilíbrio muito forte. Sendo capazes de realizar magias poderosas, pois a energia entre eles fluiria mais livremente.
Outra curiosidade entre eles é a presença de animais tothen, ou simplesmente Tothens. Os animais tothen fazem parte de um grupo de magia chamado “Addicta Avorum Magicae”, ou Magia Ancestral, onde os bruxos tentavam transportar parte do seu ser para animais. Hoje sabe-se que uma magia como esse podem ser obtida somente por dois processos, a formação de horcruxes – no caso de animais é necessário um bruxo extremamente poderoso – ou através de um processo chamado de “Fluunt”, porém foi provado que para isso a iniciativa para tal deve vir do animal, que reconhecera o bruxo como seu par. E o bruxo deve ser capaz de reconhecer isso, e estar disposto a confiar sua vida a outro ser vivo, e compreender sua insignificância diante do universo.
Muitos dizem que é por isso que o processo acabou perdurando somente nos Flannagáin, pois desde crianças eles são criados dentro da Magia Ancestral, assim sendo capazes de aceitar todo o peso da Magia Fluunt, e também serem reconhecido como valorosos pelos animais. Claro que o ritual do Tothen não é o único praticado pelos Flannagáin, sabe-se que eles comemoram todos os rituais sabáticos célticos, tais como; Yule, Beltane, Samhaim, Mabon, Lughnasadh, Litha, Beltane, Ostara, Imbolc e os ebats.
Cada ritual tendo seu profundo significado, sendo de extrema importância. Inclusive as terras da Família apresentam diversos altares naturais preservados. Cada ritual sagrado tendo seu significado intrínseco é comemorado em um local especifico da propriedade, relacionando ao ritual. Esses altares, são muitas vezes, montanhas, círculos de pedras, clareiras. Assim sendo a família é bastante engajada em assuntos de preservação da natureza, devido a sua crença que a natureza em si era portadora de uma magia incrível.
Esse posicionamento político, gerou atritos com outra grande, tradicional e influente família bruxa; Os Vendramini. Vendramini era, então na época, e continua sendo a família mais poderosa e influente na Itália, dona de diversas casas de entretenimento, hotéis e restaurantes, com pessoas nos mais altos postos de governo e imprensa, a mesma encontra sérios problemas em conciliar-se com a família irlandesa, por pontos de vistas opostos. O que então era um atrito, tornou-se uma grande rivalidade. Para os Flannagáin, o dever de proteger os locais sagrados de magia, é maior que qualquer outro, e os Vendramini, mostram um total desrespeito por essas fontes, destruindo-as e construindo complexos gigantescos em seu lugar.
Apesar disso, a família não tem qualquer problemas com as demais famílias tradicionais tais como, Pylae, Chase, Hoffmezk, Collins, Le Vasseur, McCartney, Vandenburg, Antonescu, embora não aprove algumas atividades dos Vlakyk e Nikolaevich, não chega jamais ao ponto de atrito que existe com a família italiana. Claro que os Flannagáin são uma família um tanto reservada, e que nem todos os membros se dão bem com todas as famílias. Pode se dizer que uma das poucas famílias que tem uma convivência maior com os mesmos, são os Antonescu, devido a suas esporádicas feiras no vilarejo Triluna.


Clique AQUI  para ver o mapa maior

MEMBROS

- Erc Drãj Flannagáin; Empresário, Elemenstita Progni.
-Brendalynn Uny Flannagáin; Criança.
-Bridget Drãj Flannagáin; Elementista Terra.
-Davin Fletcher Flannagáin; Elementista Terra, Apoema.
-Eilish A. Flannagáin; Comandante dos Aurores, Elementista Fogo.
-Floyd Tyrone Flannagáin; aluno de hogwarts;
-Keela Drãj Flannagáin; Clarividente e Elementista Progni;
-Kolman Drãj Flannagáin; Monitor da Ravenclaw, Elementista progni.
-Leachlynn Kye Flannagáin; Criança.
-Lilyan G. Flannagáin; Elementista Ar.
-Lochlan Drãj Flannagáin ; Diretor St. Mungus.
-Seath C. Drãj Flannagáin; Elementista fogo

ONG: EVERLASTING GREEN

Uma ong mundial bruxa, voltada ao estudo e preservação das terras mágicas históricas e sagradas, financiando muitas vezes turismos ecológicos, ou expedições mági-zoologicas, financiando estudos tais como “Propriedades desconhecidas das cinzas do cinzal” que permitiram a bruxinidade descobrir outra possível fonte de fogo perpétuo. A Sede da Everlasting Green, se localiza em São Paulo – SP, no Brasil, tendo uma longa parceria com Apoema, de oferecer cinco estágios para os melhores alunos da escola.

ARVORE GENEALOGICA

Veja a imagem AQUI

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Família Flannagáin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Família Donati
» Família Salvatore
» Família Miller
» Família Wittelsbach
» Famílias Bruxas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Hogs :: Famílias registradas-